26 March 2016

O AMOR

Amor
Com amor
Se paga...
Com beijo
E com carinho.
O amor cai bem
De todo jeito
Sem pressa
De mansinho...
Com pimenta
E com paixão.
Com aromas
Tua mão
Teu cheiro
De lavanda
Minha boca
De carmim...
Amor combina
Com tudo...
Alva tez
Teu corpo nu
Tua boca quente
Meu ventre
Explora...
O amor
É cego
Mas nunca
Implora.
O amor
É rei
É soberano
O amor
É graça sem fim
Desgraça eterna
Rasgando em mim.
( O amor - anaveetmaya)

12 March 2016

PENSAR , AGIR e QUERER


Nós não somos os mais inteligentes,
não detemos o poder sobre nada,
não fazemos o tempo parar,
não somos insubstituíveis,
não estamos sempre certos
e não somos melhores que ninguém. Partindo dessa consciência,
aprendemos a nós desapegar
e a viver com mais alegria.
São muitos is dissabores do cotidiano, sorrisos falsos e interesseiros.
Valemos o que temos pra dar...
Uma aparência bonita, gostosa, sensual? Status, inteligência, popularidade?
Um ombro amigo que consola?
Uma companhia alegre que motiva?
Um carro que te conduz?
Um cargo que poderá te favorecer?
Uma habilidade que o outro não tem? Amigos que podem  beneficiar no *QI"?
Todos podemos ser úteis ou inúteis conforme a conveniência do momento.
Uma vez li num muro uma pixação que nunca mais esqueci:
- O Papá também peida...
Assim, sabendo que fedemos,
que cagamos e vomitamios,
que sentimos dores e morreremos TODOS,  
podemos facilitar, ser menos orgulhosos, 
menos possessivos 
e marcar a nossa passagem terrena 
com ações mais construtivas.
A palavra tem poder.
Vamos pensar , agir e querer o bem!
anaveetmaya

8 March 2016

A GANGORRA

A pressão aumentou
A conta aumentou
O protesto aumentou
O barulho aumentou
O desemprego aumentou
A obesidade aumentou
A mediocridade aumentou
Aumentou
Aumentou
Só diminuiu a paz...
Relatividade das coisas...
Onde menos
É muito mais!
(anaveetmaya)

O QUE SERÁ DE MIM

Por favor menos luta
Mais flores, paz e amor.
Alienação
é ser cruel.
Mais beijos, mais mel
Pássaros no jardim.
O que será de mim
Que sinto tanto...
O espanto, a dor,
a preocupação
Meu filho, meu amigo,
minha nação.
O que será de mim
Que nasci mulher?
Salve-se quem puder
É um lema tosco
Como a sujeira no muro
E debaixo do tapete.
Eu quero é leite
Na mesa e na banheira
Quero toques de seda
e de veludo
Quero teu peito cabeludo
Roçando meu pensamento...
Palavras jogadas ao vento
Voltem como bumerangue
Sem ferir com ferro
Sem ferir com sangue
Só perfumes e rosas
Meu amor.
(anaveetmaya)
<3

1 March 2016

O AGORA

O instante é único e não posso prendê-lo... Não tenho controle sobre nada. Já sei que nada sei. Aproveito essa paisagem, sinto-me enternecida com esse azul... e já passou... Tenho tanto amor, mas não usufruo da presença de todos que quero. Resta-me tê-los no peito. A distância parece imensa. Faltam as sensações. Mas o poeta se inspira. E cria. E reinventa o sentimento. O agora é o momento mais lindo. Mas a saudade arde. (anaveetmaya)