24 April 2013

PROFESSORA HEBE CANUTO DA BOA-VIAGEM A. COSTA

por Ana Veet Maya


Poderia dizer que ela foi minha mestra mais marcante, responsável por eu ter me tornado uma filósofa combativa.

Poderia dizer que ela é uma escritora premiada mundialmente.

Poderia dizer que ela é de vanguarda, uma mulher forte, feminina, sempre chique e com suas unhas vermelhas, que come frugalmente e gosta muito de café. Puro.

Ela faz amigos com facilidade e todos a querem por perto.

Entre uma viagem e outra, consegue tempo para visitar suas alunas e fãs.

Ela é minha querida professora Hebe!

Prazer infinito em poder compartilhar com todos meus leitores um pouco sobre ela.

Conheçam seu trabalho!

Hebe Canuto da Boa-Viagem A. Costa: teve contos publicados em vinte Antologias da Editora Litteris, da Editora Scortecci” e Casa do Novo Autor. Biografias de "Roger Bastide",  "Fernando de Azevedo",  “João Carvalhaes”, de “Roldão Lopes de Barros” de Laerte Ramos de Carvalho, João Cruz Costa,  Enjolras Vampré, Candido Mota Filho, Milton da Silva Rodrigues  e Mario Yahn, de sua lavra, foram publicadas no Boletim Academia Paulista de Psicologia.Em 2011 e2012 participou das Antologias "Le grand show des ecrivaines bresiliennes"e " L'indiscutable talent des ecrivaines bresiliennes" lançadas em Paris pela Yvelinedition.

E hoje, para minha satisfação, deu-me o prazer de almoçar aqui em casa.

Obrigada pela oportunidade, professora querida!

Um beijo e um abraço apertado e sempre grato por seus ensinamentos!

A senhora merece essa “hora da colheita”!

FERRAMENTAS DA COMUNICAÇÃO


por Ana Veet Maya
parabéns ao Bobby 
que hoje completou 1000 amigos no facebook! 
Este é um exemplo 
de como compartilhar coisas belas 
que promovam a alegria. 
Viva o Bobby!

Uma falecida amiga, a Maria, professora fantástica de História e uma educadora incomum, faleceu em outubro de 2012,  sem nunca ter acessado a internet.

Ela protestava.



Dizia que a internet emburrecia, que as pessoas não liam mais.
Ninguém conseguiu demovê-la e assim ela permaneceu uma rebelde até o final.

Minha mãe aprendeu a navegar na net aos 70 anos. Graças a suas pesquisas on line, ela se diverte muito mais, participa de grupos de usuários de marca-passo, esclarece dúvidas no Dr. Google, faz amigos, ouve músicas, manda e-mails e depois compartilha conhecimentos pela vizinhança. Participa de chats on line com familiares distantes. A internet para ela é uma festa.

Toda ferramenta tem utilidade, desde que saibamos usá-la.

Eu não sei usar um grifo.
Male male uso uma chave-de-fenda.

Se você é usuário da internet, seja sábio! 
Use bem essa ferramenta maravilhosa da comunicação.

Há tempos desisti de publicar livros e escolhi a internet para divulgar as coisas que gosto. 
E já temos muitas páginas lidas, gratuitamente e isso me maravilha!

É tanto bom gosto, tanta coisa fantástica que pode ser compartilhada! 
A internet bem usada, é arte no nosso dia, alimento para o saber, estímulo, motivação, interação!

O facebook, por exemplo, que muitos tem medo porque expõe sua vida e etc, se usado com sabedoria, igualmente será uma ferramenta excelente.

Graças ao face, parentes que há vinte anos eu não via, pude reencontrar.

Tenho a alegria de ver as novidades da minha amiga Mirna Grzich (https://www.facebook.com/mirnagrzich?fref=ts ).

Posso ler os textos de Ma Prem Ila do IBRATA (https://www.facebook.com/cetoor.ibrata?fref=ts ).

Fico em contato com o mano Sérgio Savian ! (https://www.facebook.com/massagem.meditacao?fref=ts )




Posso ver 
as fotos maravilhosas 
de Daniel Botelho!


Fico sabendo das discotecagens do Titio Marco Antonio!

Vejo as novidades da Chef Carolina Costa!

 É na internet que vejo e escuto os vídeos mais lindos!

Noutro dia li uma reportagem que falava que a maior parte de usuários do facebook são alcoólicos e solitários. Esse texto só pode ter sido encomenda de empresas inimigas! Hehe

Ninguém que conhece a bulldog inglês Rosie Cupcake ( vive na Inglaterra) ou o  Bobby Winston ( Santo André), ou o Fred (Canadá) ou que conheceu o Adam, o cão paraquedista que virou estrelinha em 2012 e vivia no Rio de Janeiro, iria afirmar tamanha besteira!

Graças ao facebook e a sabedoria em usar as informações, fazemos muitos amigos e podemos compartilhar o nosso melhor.

É o caso da campanha AJUDE O FRED, um bulldoguinho que mora no Canadá e que sofre de câncer, batalha pela vida e fêz com que seus papais fizessem campanhas que permitissem ajudá-los a custear o seu tratamento.

( AJUDE O FRED : https://www.facebook.com/helpbulldogfred?fref=ts )


E assim, amigos bulldogueiros de São Paulo se envolveram na luta.
E Marcela, a brasileira que tenta a vida no Canadá, veio visitar São Paulo e abraçar alguns amigos no dia 20 de novembro de 2013, num encontro da Bulldogada São Paulo ( http://bulldogadasaopaulo.blogspot.com.br/ ) promovido por linda equipe liderada por Elisa Yamamoto.

Nesta foto, Marcela, Ju Tiffany, Sandra, Fábio, eu e a bulldoguinha Tiffany, amigos queridos que tiveram seus caminhos entrelaçados graças o amor aos bulldogues e ao facebook!

Bem usado, não somente o facebook mas outros mecanismos, são ferramentas à serviço da boa comunicação e do entrosamento entre os povos!

Mas as ferramentas disponíveis serão usadas conforme a vontade, o conhecimento e o perfil de cada usuário.

Quem está doente usará de forma doentia...

Vamos espalhar a saúde!

Vamos divulgar a beleza e a alegria.

Vamos estimular o novo e o saber!

Vamos aproveitar as ferramentas que a ciência nos oferece.

Senhores pais, acompanhem as páginas onde seus filhos navegam!

Amigos, não deixem de olhar o céu para serem escravos do PC!

Vamos aproveitar o melhor que a internet nos oferece e sorrir com o Bobby, com o Fred, com o Diesel, com a Tiffany, com a Balu, com o Spike, com a Rosie, com o amor!

( Spike)

Boa navegação a todos!

Diesel


BOBBY WINSTON!

Aumigus du feici...Num sei maisi qui eu faço dessa minha vida de bulldoguinhu traido....buááááááá Olha só aumigus, u qui eu aucabei di incãotrá im cima da cama da vóvis? Kit cãopleto da disgraça!!!! Cama coberta, toalha e tudu maisi pá aquele negócio qui começa cum "B"...o duro qui onti ela veio querê augradá eu...até mi deu o tal di cartão di crédito! Humpf... Augora vô fica auqui dibaixu da cama pá sempre...disiludidu da vida...nunca maisi vô sai daqui....snif...snif...Ah! Como qui eu pudia imagina qui tinha trairagi hj? Ela nem mi chamô di "MEU DORITOS PREFERIDO"! Xiuuuuu acho qui ela vem vindo....num possu maisi falá sinaum ela mi encãtrá auqui... # Bobby Winston



Ximalia aumigus du feici...chegô auqui na minha casa esse negocio xeroso ai...num sei qui é isso, maisi eu vô pidi um poquinhu pá vóvis...será qui ela vai mi dá? Voxês já comeru isso ai? É bom? Lembra do tal di cartão di creditu qui voxes falaru? Intaum, foi pur causa desse cartão ai qui o homi deu esse negocio xeroso pá vóvis...esse cartão funciona mesmu né aumigus? # Bobby Winston 







Conheça a ROSIE CUPCAKE


Mummy says this is one of her favourite pics of me!











Rainy days = snuggle up so small so mummy doesn't notice me and drag me on a walk!

22 April 2013

IMPOTÊNCIA

por Ana Veet Maya

O vento soprou aquela nuvem
pra tão longe, tão longe de mim.
O mar de Maresias era tão claro.
A mexerica não tem mais gosto
nem tampouco os seus beijos.
As rugas não cessam.
É o tempo que não para...
Não posso voltar ao princípio 
quando apenas uma gelatina vermelha
adoçava todo o domingo.
Quis mudar o quadro de lugar
Mas não tampei o furo da parede...
A água continua escoando
pelas frestas do pensamento...
E ainda que eu tente
Por mais que eu queira
encher esse balde,
a água sempre se esvai
e só segue o rumo que ela quer...
E eu, sempre a mesma romântica e louca
queria tanto mudar tudo
mas não posso mudar nada...
O passado se foi e nada posso fazer
(embora quisesse...)
Acho que é isso
o que eles chamam impotência....

21 April 2013

MÚSICA: NOSSA NOBRE COMPANHEIRA

por Ana Veet Maya


Nos momentos de alegria a música embala.
Quando bate uma angústia é a música que abre o nosso peito para as lágrimas escorrerem.
É ela que nos motiva, estimula na hora do pique do exercício.
Quando estamos cozinhando, faz nossas mãos ficarem plenamente cheias de energia do bem. E quando nos alimentamos, garantem que o alimento seja purificado pelas mais nobres vibrações. E a digestão será santa.
Quando acordamos, traz-nos boas inspirações para o dia.
Quando vamos dormir, ela nos desacelera, nos prepara para visitar os anjinhos.
Quando brincamos com nossos filhos, nossos netos!
Quando queremos saltar, pular, dançar!
Nos momentos de profunda inspiração.
Nos momentos de ócio criativo...
E quando meditamos...
E também nos momentos de tristeza é a música que nos conforta e promove nosso desabafo e mudança de vibração.
É a música, é a música!
Ela fixa na nossa memória nossos mais sagrados momentos de amor.
Por isso, vamos sempre eleger as melhores trilhas sonoras para nossa vida.
O presente agradece.
E o futuro sorrirá.
Música, uma nobre companhia!

20 April 2013

PARA GISELLE

por Ana Veet Maya

Giselle é uma amiga querida, mulher guerreira, profissional de valor que acaba de receber prêmios por sua competência e profissionalismo. Por isso, dedico-lhe esta poesia, que reflete um pouquinho daquilo que você é! Lembre-se do que lhe disse: - Toda vez que uma mulher ascende, somos TODAS NÓS que ascendemos! Parabéns querida, você merece!


Não me detém o medo
Não me assusta a escuridão
É pra frente que caminho
O passado não me prende
O agora tem poder!
Humildemente eu sou a soma
Dos erros que superei.
Sou tentativa que titubeia
Que chora e que esperneia
Mas que por fim, acerta e sorri.
Eu sou serena, sou guerreira
Porque o amor é meu escudo.
E meu coração é límpido e fiel.
É suave essa brisa
Que toca meu rosto.
A luz brota e é guia
Deste meu coração
Eternamente apaixonado.



17 April 2013

SÓ NÃO PASSA A POESIA

por Ana Veet Maya
let's go sexy people! 
uhuuuuuuuuuuuuuuuuuu


Passa boi passa boiada
Passa a chuva e a correnteza
Passa o rio e a revoada
Passa o poço e a fortaleza

Passa a hora e passa o dia
Passa o triste e a tristeza
Passa o fraco e passa o feio
Passa o belo e a beleza

Passa a perda e a partida
Passa a lesma no jardim
Passa a volta e passa a ida
Passa o início e passa o fim

Passa tudo a todo instante
Passa o tempo e a fantasia
Passa o certo e o errante
Só não passa a poesia. 

16 April 2013

SER TERAPEUTA

Olá amigos!

A todos os que desejam conhecer os segredos da ciência milenar do AYURVEDA, indico o IBRATA!
http://www.ibrata.com.br/ , a escola onde me formei.

Não tenho palavras para agradecer tudo o que aprendi, todo o amor compartilhado, a alegria da amizade dos meus queridos professores ANAND APURVA e MA PREM ILA.
Ma Prem Ila, excelente professora e médica ayurveda. Procure-a! Ela sempre terá um conselho, um diagnóstico, uma motivação, um tratamento especial para lhe indicar.

Hoje quero compartilhar com todos e em especial meus amigos terapeutas, o maravilhoso texto de Anand Apurva, um texto que veio do coração, valiosa lembrança para que sejamos todos sempre muito humildes, ferramentos do Divino!
Salve Apurva, descanse em paz!

Um abraço a todos e uma terça-feira maravilhosa.
Aqui e agora, haja sempre paz!
Ana Veet Maya

 Terapia é basicamente uma função do amor, e o amor somente flui quando não há ego. Você só pode ajudar o outro na medida em que você não é egoísta. No momento em que o ego entra, o outro se torna defensivo. O ego é agressivo; ele cria uma necessidade automática no outro de ser defensivo. O amor é não-agressivo. Ele ajuda o outro a permanecer vulnerável, aberto, não-defensivo. Portanto, sem amor não há terapia.
Terapia é uma função do amor. Logo, com ego você não pode ajudar. Você pode até mesmo destruir o outro. Em nome de ajuda você pode até mesmo obstruir o seu crescimento. Mas a psicologia ocidental está numa bagunça.
A primeira coisa: a psicologia ocidental ainda pensa em termos de um ego saudável. E o ego nunca pode ser saudável. É uma contradição do próprio termo. Ego, em si, é doença. O ego não pode nunca ser saudável. O ego está sempre levando você em direção a mais e mais doença. Mas a psicologia ocidental pensa (toda a mentalidade ocidental tem sido) que as pessoas estão sofrendo de egos fracos. As pessoas não estão sofrendo de fraqueza do ego, mas de muito egoísmo. Mas se a sociedade é orientada pela mentalidade masculina, orientada pela agressividade, o único desejo da sociedade é como conquistar tudo, então naturalmente você tem que abandonar tudo o que é feminino em você, você tem que abandonar metade do seu ser na escuridão - e você tem de viver com a outra metade. A outra metade nunca pode ser saudável, porque a saúde vem da totalidade. O feminino tem de ser aceito. O feminino é o não-ego, o feminino é receptividade, o feminino é amor.
Uma pessoa realmente saudável é alguém que está totalmente equilibrada entre o masculino e o feminino. De fato, é alguém cuja masculinidade foi cortada, destruída por sua feminilidade, que transcendeu a ambos, que não é masculino nem feminino - que simplesmente é. Você não pode categorizá-lo. Este homem é pleno, e este homem é são. E para este homem, no Oriente, nós sempre olhamos como o Mestre.
No Oriente, nós não criamos nada paralelo ao psicoterapeuta. O Oriente criou o Mestre, o Ocidente criou o psicoterapeuta. Quando as pessoas estão mentalmente perturbadas, elas vão à um psiquiatra no Ocidente; no Oriente elas vão à um Mestre. A função do Mestre é totalmente diferente. Ele não o ajuda a atingir um ego mais forte. Na verdade, ele faz você sentir que o ego que você tem já é demais. Abandone-o! Deixe-o ir!
Uma vez que o ego foi abandonado, subitamente você é um, pleno e fluídico. E não há nenhum bloco e nenhum obstáculo...
No Oriente, a nossa abordagem é de que o terapeuta não tem de fazer nenhum trabalho. O terapeuta torna-se simplesmente um veículo para a energia de Deus. Ele tem somente que estar disponível como um bambu oco, de maneira que Deus passe através dele. O curador tem de se tornar simplesmente uma passagem.
O paciente é um homem - aos olhos orientais - que perdeu o seu contato com Deus. Ele se tornou muito egoísta, e perdeu o seu contato com Deus. Ele criou uma tal muralha da China a sua volta que ele não sabe mais o que Deus é, ele não sabe mais o que é a totalidade. Ele está totalmente desconcertado das raízes, da própria fonte da vida. É por isso que ele está doente - mentalmente, fisicamente ou de qualquer outra maneira. A doença significa que ele perdeu a trilha da fonte. O curador (healer), o terapeuta no Oriente, tem como função conectá-lo com a fonte novamente. Ele perdeu a fonte, mas você ainda tem a conexão.
Você segura a mão da pessoa. Ela está escondida atrás de uma parede. Deixe-a estar escondida por detrás da parede. Mesmo se você puder segurar a sua mão através de um buraco na parede... se ela pode confiar em você, ela não pode confiar num Deus, ela não sabe o que Deus significa. A palavra tornou-se sem sentido para ela. Mas ela pode confiar no terapeuta, ela pode dar a mão ao terapeuta. O terapeuta está vazio, simplesmente em sintonia com Deus, e a energia começa a fluir. E esta energia é tão vital, tão rejuvenescedora, que mais cedo ou mais tarde ela dissolve aquelas muralhas da China em volta do paciente, ele tem um vislumbre do não-ego. Este vislumbre o faz são e pleno, nada mais o faz são e pleno.
Portanto, se o próprio terapeuta é um egoísta, então é impossível. Ambos são prisioneiros. Sua prisões são diferentes, mas eles não podem ser de grande ajuda. Toda a minha abordagem sobre terapia, é de que o terapeuta tem de tornar-se um instrumento de Deus. Eu não estou dizendo não saiba o know-how. Saiba o know-how! - mas faça este know-how disponível para Deus. Deixe Ele usá-lo. Aprenda psicoterapia, aprenda todos os tipos de terapias. Saiba tudo o que é possível saber, mas não se prenda- a isto. Ponha isto lá, deixe Deus estar disponível através de você. Permita Deus através de todo o seu know-how, permita à Deus fluir através de seu know-how. Deixe-o ser a fonte da cura e da terapia. Isto é que é amor.
O amor relaxa o outro. O amor dá confiança. ao outro. O amor banha o outro, cura as suas feridas.






15 April 2013

BALU, a bulldog inglês

por Ana Veet Maya


Sobre o amanhã
não sei dizer.
Hoje há sol.
Há paz
no meu jardim.
Eu amo
e sou amada.
Hoje eu sou feliz!

Balu, a bulldog inglês
https://www.facebook.com/pages/BALU-a-bulldog-ingl%C3%AAs/393075314063355?ref=hl

14 April 2013

O RIO DOS MEUS SONHOS

por Ana Veet Maya


Horas, dias, anos a fio
Muitos caminhos conheci
Foram tantas as buscas
E somei expectativas
Fiz planos e julguei.
Apostei, perdi, esperei
Tudo e nada aconteceu
O tempo escapuliu
Pelos dedos da minha mão
As tramas se enredaram
Segurando os meus pés
Meus braços doeram
Meu rosto endureceu
Meu corpo se cansou.
E minha alma silenciosa
Vagou pela rua solitária.
Mas eis que numa manhã
Tão clara de outono
Você chegou de mansinho
E me sorriu docemente
Tão linda e tão meiga...
E tudo fez sentido.
Manuela meu amor
O rio onde meus sonhos
Deságuam protegidos.

11 April 2013

SÃO DEMAIS OS PERIGOS DESTA VIDA
































(dedico esta música ao meu tio Joel da Silva Castro (rip) que passava horas cantando comigo as músicas de Vinícius!)
Olá amigos!

É objetivo do meu blog não somente compartilhar os meus escritos, mas também indicar textos, poesias, autores que me inspiram.

Para a linda tarde de outono de hoje, compartilho a belíssima poesia de Vinícius.

Que todos se sintam tocados por essa beleza, que lhes sirva de inspiração e motivação.

Abraços carinhosos
anaveetmaya

São demais os perigos desta vida
Pra quem tem paixão principalmente
Quando uma lua chega de repente
E se deixa no céu, como esquecida

E se ao luar que atua desvairado
Vem se unir uma música qualquer
Aí então é preciso ter cuidado
Porque deve andar perto uma mulher

Deve andar perto uma mulher que é feita
De música, luar e sentimento
E que a vida não quer de tão perfeita

Uma mulher que é como a própria lua:
Tão linda que só espalha sofrimento
Tão cheia de pudor que vive nua
(São Demais Os Perigos Desta Vida
Vinicius de Moraes )


10 April 2013

O PÃO

por Ana Veet Maya


Ainda me lembro daquele tempo
Em que bem jovem
Corria atrás dos sonhos
E tomava banho de cachoeira.

O forno a lenha
Aquecia minha inspiração
E eu cantava livre e solto
Sem medo do amanhã.

Eu acreditava na magia
No poder da bondade
Na arte de ser bom
E tudo parecia possível.

Pendurei meus sapatinhos
Nas janelas do futuro
E ainda hoje parece que aguardo
Com a cara estatelada no vidro.

Será que ele um dia chegará?
Será que merecerei o presente?
Será que atenderá meus pedidos?
E esperando eu contemplo o além.

O céu é azul e a alma é clara.
A mente é serena e o fogão está aceso
Um cheiro de pão caseiro inunda o ar
E a felicidade tem gosto de pão-de-queijo.

6 April 2013

TITIO MARCO ANTONIO PRA VOCÊ FALAR BEM - leia a entrevista


PRA VOCÊ FALAR BEM!

Confira a matéria clicando na capa!

conheça nossa agenda de cursos: www.pravocefalarbem.com
Informações:
cursos@cameracao.com

abraços a todos

anaveetmaya





1 April 2013

PROJETO HOMOSPIRITUALIS e ADILSON MARQUES

por Ana Veet Maya
fotografia de Armando de Paula

Foi 
com alegria 
que estive 
em São Carlos 
no dia 30 de março 
para ministrar 
uma vivência 
na
IV Jornada de Saúde e Espiritualidade de São Carlos

Palestrantes:

Adilson Marques


Daniel Augusto Sossi

e Ana Veet Maya

Gostei do que vi, ouvi, da energia compartilhada e assim, quero indicar a meus leitores que conheçam todos os palestrantes e neste informativo em especial, indico ADILSON MARQUES
e seu PROJETO HOMOSPIRITUALIS.


Adilson Marques
é um homem simples,
que coloca toda sua formação,
cultura e espiritualidade,
à serviço da comunidade.

Seu trabalho é gratuito, recheado de emoção e sensibilidade.

Leia a biografia deste educador/escritor!

Conheça e visite sua ONG: Projeto Hospiritualis!

http://homospiritualis.blogspot.com.br/

Saúde, paz, alegrias!
Que todas as sementes possam dar bons frutos!
anaveetmaya



Adilson Marques
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
educador e escritor Adilson Marques (São PauloSP1966-) realiza pesquisas sobre
experiências transpessoais desde 2001, após idealizar e criar o Projeto Homospiritualis 
em setembro de 2000, voltado para a difusão da cultura de paz e promoção 
da diversidade religiosa durante a década da cultura de paz (2001 - 2010).

O projeto Homospiritualis foi o responsável pela elaboração e sistematização
da Animagogiauma proposta de educação espiritualista, transreligiosa e universalista, 
cujos fundamentos se encontram nos ensinamentos (psicosofia) de 
Lao TséKrishnaBudaJesusespírito Verdade e Mahatma Gandhi
e também da Terapia Vibracional Integrativa (TVI), ensinada, gratuitamente, desde 2003.

O projeto Homospiritualis também organizou sete projetos de pesquisa que resultaram
na edição de mais de 20 livros abordando diferentes experiências transpessoais e anômalas,
como a mediunidade, a Experiência de Quase Morte (EQM) e outras.

Muitos destes livros podem ser acessados, na forma de e-book, no portal scribd.

As pesquisas foram realizadas na ONG Círculo de São Francisco (São Carlos, SP),
entre os anos de 2003 e 2007.

Atualmente, o projeto Homospiritualis é mantido pelo Núcleo Cultural Rosa de Nazaré.

Além de realizar pesquisas sobre espiritualidade, Adilson Marques é Doutor
em Antropologia do Imaginário e Educação, pela USP, e é docente da 
Universidade Aberta da Terceira Idade (UATI), em São Carlos, tendo sido coordenador 
da Comissão de Comunicação do Conselho Municipal do Idoso e membro 
da Comissão de Ética do referido Conselho e possui vários artigos 
sobre Gerontagogia em revistas, livros e sites sobre Terceira Idade.

Em 2012, candidatou-se a vereador, pelo Partido Verde, na cidade de São Carlos/SP.

Livros editados

*Educação, Saúde e Espiritualidade a partir de um enfoque transpessoal 
(São Carlos: e-book, 2003)
*Introdução ao mandala-reiki 
(São Carlos: e-book, 2003)
*Educação Após a Morte: princípios de animagogia com seres incorpóreos 
(São Carlos: Editora Sirius, 2004)
*Resgatando as plantas medicinais da vovó 
(São Carlos: Editora BN, 2004)
*O mito de Hermes na pós-modernidade 
(São Carlos: e-book, 2004)
*Os símbolos do reiki e seus ensinamentos morais 
(São Carlos: Editora BN, 2004)
*Dharma-Reiki: a caridade e o aprimoramento espiritual como caminhos para a cura 
(São Carlos: Editora Sirius, 2004)
*O reiki segundo o espiritismo 
(São Carlos: Editora BN, 2005)
*Nas Trilhas Indeléveis de Hermes: memória, topofilia e ação cultural 
(São Carlos: Editora BN, 2005)
*Envelhecimento e Espiritualidade 
(São Carlos: e-book, 2005)
*A oração de São Francisco interpretada por pai Joaquim de Aruanda 
(São Carlos: Editora BN, 2005)
*Psicosofia: sabedoria espiritual para um mundo em regeneração - org. 
(São Carlos: Editora BN, 2006)
*Ciência e Espiritualidade: trabalhos práticos de apometria 
(São Carlos: e-book, 2006)
*O Reiki, a TVI e outros tratamentos complementares. 
(São Carlos: Editora BN, 2007)
*Fragmentos da História Oculta de São Carlos 
(São Carlos: Editora BN, 2007)
*Umbanda: manifestação cultural pós-moderna 
(São Carlos: Editora BN, 2008)
*Educação e Espiritualidade: introdução à animagogia 
(São Carlos: e-book, 2008)
*Projeto Homospiritualis: 10 anos de cultura de paz e promoção da tolerância religiosa 
(São Carlos: e-book, 2009)
*Educação Após a Morte: princípios de animagogia com seres incorpóreos - segunda edição revista e ampliada 
(São Carlos: Editora BN, 2009)
*História Oral, Imaginário e Transcendentalismo: mitocrítica dos ensinamentos 
do espírito Pai Joaquim de *Aruanda 
(São Carlos: e-book, 2009)
*Introdução à mito-estória de vida 
(São Carlos: e-book, 2010)
*A Umbanda sem mistificação 
(São Carlos: e-book, 2010)
*História Oral, Imaginário e Transcendentalismo: mitocrítica dos ensinamentos 
do espírito Pai Joaquim de Aruanda 
(São Carlos: RIMA Editora, 2011)
*Introdução à Terapia Vibracional Integrativa 
(São Carlos: RIMA Editora, 2011)
*Gênero e Espiritualidade: introdução ao estudo das imagens e do imaginário do invisível 
(São Carlos: RIMA Editora, 2011)
*A arte de envelhecer com saúde integral e paz interior: introdução à gerontagogia holonômica 
(São Carlos: RIMA Editora, 2011)
*Apometria: a mediunidade e o poder da mente a serviço da regeneração espiritual da Terra 
(São Carlos: RIMA Editora, 2011)
*Educação após a morte: princípios de animagogia com seres incorpóreos - 3ª edição 
(São Carlos: RIMA Editora, 2011)
*Saúde e Espiritualidade: reflexões sobre tratamentos vibracionais e medianímicos 
(São Carlos: RIMA Editora, 2012)
*A psicosofia de Lao-Tsé, Krishna e Buda segundo a espiritologia 
(São Carlos: RIMA Editora, 2012)
*Introdução à Terapia Vibracional Integrativa - segunda edição 
(São Carlos: RIMA Editora, 2012)
*Rede da esperança 
(São Carlos: RIMA Editora, 2012)