29 April 2011

GRUPO SENSUS em NOVA TEMPORADA: KÍNESIS

http://gruposensus.blogspot.com/ -
KÍNESIS
textos de Leonardo da Vinci, Dante Alighieri, Juliano Hollivier entre outros.

Novos poemas e com um trajeto modificado, a sequencia "Kínesis" dessa vez convida os espectadores a percorrer uma instalação sensorial dentro do Casarão conduzido pelos personagens que os estimulam sensorialmente através do tato, olfato, audição e paladar.
O espectador é vendado na entrada.
Com o Grupo SENSUS.
Direção Thereza Pìffer.
CASA DAS ROSAS
Sex, 19...h, 20h e 21h.
R$40 (inteira) R$ 20,00 (meia) livre.
Av. Paulista, 37 - Bela Vista - SP -

Tel. 3285.6986 / 3288.9447 / 6034.1600. Metrô Brigadeiro.
Bilhet. sex, 18h.
Estréia 06/05
                                                          SOBRE A PERFORMANCE

KÍNESIS - Sobre o movimento, o tempo e alguns recomeços....

Porque tudo que começa, começa se movendo.
Movimento é ação, aprendizado, mudança, representação e reestruturação.
O Grupo SENSUS em KÍNESIS, propõe essa temática à medida que percebe que o homem contemporâneo precisa cada vez mais se mover de forma mais ampla.
A harmonia com os outros seres e o coletivo e em direção às suas vontades e ambições particulares em cada segundo de sua experiência na vida.
KÍNESIS é para que as pessoas literalmente, se dêem ao trabalho de prestar atenção, com calma e discernimento naquilo que fazem pois muito movimento gera confusão, caos.
Pouco ou nenhum, gera acomodação e desistência.

É preciso que as coisas estejam em harmonia.
Hoje, o homem em si, é um “acidente ambulante” , sob a ilusão de uma vida regrada com movimentos de horários, afazeres e compromissos, cada um vive internamente uma completa desordem, sem saber ao certo o que fazer, o que fazer primeiro, ou o que fazer depois.
A vida humana tem sido um acidente pelo qual estamos nos movendo, ou sendo movidos.

Esta performance, mais do que contemplar essa harmonia, irá atentar para o quanto faz diferença tê-la sempre.

Como é característico na maioria dos trabalhos do SENSUS, logo na entrada do espetáculo, o público é vendado e convidado a percorrer um trajeto conduzido pelos atores que, além de guiá-los, interpretam textos e os estimulam sensorialmente através do tato, olfato, audição e paladar, e interpretando a obra literária de Leonardo da Vinci, Dante Alighieri e Juliano Hollivier.

Um espetáculo que permanece “acontecendo” por três horas, permitindo que o público tenha liberdade de entrar na hora que desejar de maneira ininterrupta.

Informações 3285.6986 / 3288.9447 / 6034.1600

26 April 2011

TANTRA AND LOVE

Busco compartilhar aqui neste blog o belo, o bem, o amor universal.

Este tube foi selecionado no Youtube no canal Humanityhealing e explica o seguinte:
This trailer is made up of brief moments from the video,juxtaposed to give you an idea of the movie itself, produced by VLM productions.

In a transcendent setting, Tantra Bensko, long-time Tantra teacher, with guests Alyson and Adam, teaches the philosophy and art of Tantra Yoga. This video goes into the heart of Tantra which is practiced for the sake of higher awareness, with sexuality being only one of the methods to achieve that goal. Here, we find that as only one of the many methods explained for interacting with flowing love with all things using traditional Tantric exercises that are extremely powerful, exacting, and effective in producing altered states of consciousness, bliss, lucidity, and evolution. Art from Tantra's Metaportal series helps provide visual excitement.



QUERO PARAR DE USAR DROGAS

por Ana Veet Maya
***este texto é desdobramento do texto da mesma autorA: SOCORRO, MEU FILHO ESTÁ USANDO DROGAS : http://anaveetmaya.blogspot.com.br/2010/05/alerta_28.html

Como fazer para mostrar ao jovem que uma coisa gostosa 
e de efeito tão imediato como a droga, 
não vale a pena ser usada?

O jovem quer colorido.

Quer todas as cores ao mesmo tempo.

Quer o inusitado.

Ele quer todos os sabores.

Quer alegria sempre. E muitas risadas.



Jovem tem pouca tolerância.
E ele não quer tristeza.
Nem monotonia.

Ele quer prazer imediato.
Tudo sempre muito imediato.
O jovem quer testar tudo.
E não pensa e não se importa com a morte.


O efeito da droga na nossa mente varia de um pra um e de ocasião pra ocasião!

Um dia você faz uma combinação e não lhe acontece nada, só lhe dá uma energia extra e uma “brisa”.

Noutro, passa mal, vomita, desmaia, tem uma convulsão e às vezes tem até que ser hospitalizado!





O que a droga causa para seu amigo, 
pode ser diferente pra você.

Então, não adianta comparação.
Melhor você parar por aqui mesmo.


Lembre-se que álcool também é droga!
E saiba que a maior parte dos dependentes químicos são os dependentes do álcool.

E normalmente a pessoa que está dependente, demora muito a se conscientizar que está.
E sempre fala que pode parar sozinho...


Se você chegou até aqui, vamos agora esclarecer 
o que é dependência.

Existe o uso da droga que é somente recreativo e esporádico


Alguns jovens usam a droga raramente, apenas em rituais de celebração, para recreação, mudança de hábito ou para testar o desconhecido.

Em outros momentos, estão junto com a turma que está usando e para não levar fama de careta, acabam usando a droga, coisa que não fariam se estivessem sós.





Se um dos exemplos citados for o seu caso, você ainda não está dependente.

Infelizmente, para muitos a conscientização sobre a dependência química só chega quando chegam as perdas: perda da saúde, perda de dinheiro, perda de status, perda da namorada(o), perda da família, perda do emprego, etc.

Pense nisso!

Tenha personalidade, marque sua participação no grupo de outra forma mais criativa.

Preserve sua individualidade! Seja autêntico!







Existem tantas formas de prazer 
e com certeza 
você achará outro hábito mais saudável.


Se sentir que pode ceder, peça ajuda!

Pesquise tudo sobre drogas na internet.

Busque o amor e o aconchego de sua família

Converse com um amigo mais velho e mais experiente.

Procure a ajuda de um professor!



Converse com o seu médico preferido.

Se tudo isso não for suficiente, busque a ajuda do CAPS-AD.
Sempre haverá um profissional pronto para lhe atender e auxiliar a responder suas dúvidas!

Fique consciente
saiba do risco que está correndo 
diga não.
 SEMPRE É TEMPO!



Vamos ao segundo caso agora.

Se você acorda e já busca a droga para lhe estimular a levantar, depois usa a droga para lhe dar motivação pra encarar o seu dia, depois novamente pra dar ou tirar o apetite...

Ao longo do dia, usa novamente, com as desculpas mais variadas... Se estiver nervoso, usa a droga para acalmar. Se estiver meio down, usa a droga pra levantar o ânimo...

Se a droga faz parte “necessária” da sua vida,
se você dá a ela alto grau de importância, se sempre diz que vai parar e não consegue, então você já está de dependente.

E agora?

Fique consciente de que precisa de tratamento!
Este é o primeiro passo.

Agora, tome sua decisão e faça sua escolha.

Você é dono da sua escolha. Você. Só você!
E será feliz ou sofrerá por causa dela.

Pesquise sobre a droga que você usa.
Pesquise fundo.
Veja o que ela faz no seu cérebro.
Veja o que ela faz com o seu corpo em geral.
Leia sobre o uso.
Pesquise sobre a vida dos que usaram.
Temos muitos exemplos ao nosso redor.

Aprenda com os exemplos!
A vida é curta. Não temos tempo pra testar tudo o tempo todo, correndo sempre mais e mais riscos e errando sempre nos mesmos pontos que outros já erraram.
Podemos sim aprender com o erro alheio!

Tome a decisão sobre a sua liberdade.
A escolha é sua.
Você quer a liberdade de poder escolher?
De ir e vir?
De poder se desenvolver e ser de fato tudo o que quiser ser?
Se você quer tudo isso, você está escolhendo a liberdade.

A droga, quando criou uma dependência, 
já se tornou uma prisão.
Ela lhe prende com algemas invisíveis.

Ela lhe prende tão sutilmente que você por vezes não reconhece que está preso.
V
ocê fica feliz imediatamente.

Mas o prazer é muito passageiro. É pura ilusão.
E quando você volta a si, o problema ainda é o mesmo ou pior.
E nas tuas viagens, você também poderá ter uma bad trip...
E o desconforto do "depois" é também muito doloroso!

Você dirá que pode parar quando quiser.
Você dirá que tem o controle sobre o uso.
Você dirá que é melhor morrer assim feliz e curtindo, do que viver uma vida monótona e sem cor.

Mas se você decidir parar com a droga, você terá ainda muito tempo para descobrir outras cores legais pra vida.

E fazer a diferença!

Mas você precisa encarar.




É você 
quem precisa dar o primeiro passo!

Procure a UBS (Posto de Saúde) mais próximo de você.
Lá, informe-se sobre o CAPS-AD mais próximo.

O CAPS-AD lhe ajudará a abrir a primeira porta.

Junto com você e também sua família, o CAPS-AD irá auxiliá-lo a descobrir mais sobre você e buscar outras saídas.

Se você de fato quer deixar de ser um dependente químico, você pode!

Boa sorte, meu irmão, meu companheiro de jornada!


ENDEREÇOS DE ALGUNS CAPS-AD
http://portal.saude.sp.gov.br/resources/profissional/acesso_rapido/gtae/saude_mental/caps.pdf

http://ww2.prefeitura.sp.gov.br/arquivos/secretarias/saude/adep/CAPS_enderecos.pdf

http://pharosinfo.blogspot.com/2006/01/caps-ad-da-cidade-de-so-paulo.html

QUERO PARAR DE USAR DROGAS texto de Ana Veet Maya







22 April 2011

TEMPO DE RESSURREIÇÃO

TEMPO DE RESSURREIÇÃO, texto de Ana Veet Maya
música: DJ CAMILOSOUND- MÉXICO:
IMAGEM: http://marcelaomundoafora.blogspot.com/

TEMPO DE RESSURREIÇÃO

Que eu acorde a cada dia
Consciente do meu despertar

Que minha respiração
Seja meu foco

E meu entusiasmo
Seja minha meta
A mola que impulsione
E que estimule.

Que possa abrir portas
E contagiar para o azul!


Creio na beleza e na virtude
Creio no amor e na amizade

Creio que a cada dia
Posso me renovar.

Quando encho de ar
o meu corpo,
a minha alma sorri
e eu ressurjo forte.

Sempre é tempo
De ressurreição!
TEMPO DE RESSURREIÇÃO, texto de Ana Veet Maya




Ana Veet Maya, terapeuta, massoterapeuta. Agenda seu atendimento: anaveetmaya@cameracao.com




The Moon Looked Down And Laughed by CamiloSound

21 April 2011

THE GRASS GROWS BY ITSELF - OSHO

“Sitting quietly, doing nothing, the spring comes and the grass grows by itself.” Pearls before swine. A monk is told to take a stone to the vegetable market, the gold market and to some jewelers. At the vegetable market he is offered a few cents, at the gold market he is offered many thousands of dollars while at the jewelers he is offered hundreds of thousands of dollars, and the price is increased when he refuses to sell. The value of a product is in the eye of the beholder. Become a ‘jeweler’ to perceive the value of meditation.
The ego is the controller. When the ego is no longer there then who are you? You are perfectly natural. When the ego disappears then the other disappears too and you can get close to another person for the first time.
Zen and Sufism are opposites. Meditation is the path of emptiness which leads to love. In Buddhism there is no concept of God. Sufism is the path of love and hence there has to be a God. Love leads to emptiness.
(visit: http://www.osho.com/ )


MUSIC BY KARUNESH

20 April 2011

VAMOS SUAVIZAR!

VAMOS SUAVIZAR, texto de Ana Veet Maya
foto: http://br.olhares.com/a_suavidade_dos_contrastes_foto1188525.html
http://tintaindeleble.blogspot.com/2010/04/la-mentira-del-unicornio-azul-y-el-fin.html
Pensamentos cansados, movimentos repetitivos, insônias, incertezas, depressão...
Onde está minha reação?
Rostos sem esperança, olhares sem brilho, boca amarga e seca.
Mãos trêmulas, coração disparado, falta de ar, rinites, bursites, estomatites, sinusites, gastrites, descrença. Falta de fé.

Onde ficou a minha ousadia?
Dor no corpo, falta de tesão, falta de paciência...
Descrença. Mal-humor. Tensão. Frustração.
Onde se escondeu a minha criatividade?
Para onde foram meus amigos?
Onde está o ventre amigo e protetor da minha mãe?
Quem me abençoará?
Solidão. Insatisfação. Desconfianças.
A cada respiração um novo julgamento. Outra incerteza.E muito medo.

Amados meus!
Todos nos sentimos assim em algum momento da vida.

Vamos entrar em contato com a nossa sabedoria, o mestre que habita em nós.
Respirar profundo, suavizar nossa expressão. Desanuviar nossa mente.
Conversar com nosso anjo da guarda, confiar na boa inspiração.
Confiar na nossa força interior.
Somos todos seres de luz!
Vamos soltar as amarras do nosso corpo.
Sorrir mais, amar mais, muito mais!
Vamos transbordar amor, confiança, positividade.
Aonde você vai com tanta pressa?
Vamos juntos.
Apenas um degrau por vez.
Vamos suavizar!
VAMOS SUAVIZAR, texto de Ana Veet Maya




Ana Veet Maya - terapeuta, massoterapeuta. Agendamento de atendimento: anaveetmaya@cameracao.com

19 April 2011

GRUPO SENSUS & KÍNESIS - estréia dia 6 de maio!

por Ana Veet Maya
extraído do blog do GRUPO SENSUS: http://gruposensus.blogspot.com/

"Movimento; ação de mover ou de mover-se; mudança; agitação da alma; movimento da dança; movimentos da alma. O verbo kinéo significa mover, agitar, revolver, pôr em movimento, deslocar, mudar de lugar, empurrar, excitar, estimular, mudar, modificar, alterar. A palavra em grego, indica toda modalidade de alteração ou de mudança: mudança de qualidade, de quantidade, de lugar, de tempo, de ânimo; é o devir como nascimento, desenvolvimento e perecimento de um ser e todas as mudanças sofridas por ele ou causadas por ele. A locomoção é um tipo de kínesis, mas não é todo o movimento. Envelhecer, rejuvenescer, amarelecer, diminuir, aumentar, alegrar-se, entristecer-se etc., são kínesis." ( Marilena Chauí " Introdução à estória da filosofia"

Venha "sentir" o GRUPO SENSUS e a performance KÍNESIS  que estréia dia 06 de maio na CASA DAS ROSAS, 19h.
Todo o elenco e eu teremos imenso prazer em vê-los lá!

18 April 2011

A CULPA

A CULPA, texto de Ana Veet Maya
imagem colhida no site: http://lixo-no-psd.blogspot.com/2011_03_01_archive.html
Quero hoje falar sobre a culpa.
A culpa é um dos sentimentos mais destrutivos que conheço.
Culpamo-nos por nosso ritmo, quando estamos meio parados e ao nosso lado todos estão correndo.
Se eu estiver doente, afastado do serviço, enquanto todos os demais estão trabalhando, como vou agüentar a culpa pela ociosidade?
Sentimos culpa por não estarmos tão em forma numa sociedade que privilegia a aparência. Se engordarmos, começamos a nos desculpar, porque a culpa daqueles quilos nos pesará mais na alma que no corpo!
Culpamo-nos por termos caído no engodo de um relacionamento perfeito que se mostrou imperfeito. E dói aquela culpa quando lembramos as lágrimas do ser amado ao partir.
Pedimos desculpas aos nossos amigos e engolimos a culpa por termos desaparecido de circulação.
Sentimo-nos culpados porque não encontramos tempo para fazer companhia para nossos familiares.
Culpamo-nos até mesmo quando estamos felizes!
Culpamo-nos por não termos alcançados as metas e o sucesso que gostaríamos.
E são grandes nossas culpas pelo que julgamos erros em nossos filhos.
Culpa: sentimento negro, sombrio que nos adoece e paralisa.
A cada respiração estamos em integração com o planeta, compartilhando tudo o que somos. Portanto, quanto mais formos naturais e leves, mais estaremos abertos para todos os sentimentos e possibilidades.
A satisfação, a plenitude, a ansiedade, a alegria, a tristeza, a dúvida, a angústia e todos os sentimentos pululam no nosso interior o tempo todo.
E é a forma que lidamos com nossos sentimentos que irá moldando a nossa personalidade. Somos únicos e vivemos na diversidade!
Atrás do medo, tristeza, mágoa e insatisfação, mora a culpa! E atrás da culpa, mora o orgulho e o apego... Especialmente, o apego ao passado!
A culpa é a tristeza pelo erro que julgamos que não deveríamos ter cometido.
Fomos criados para exigir de nós um perfeccionismo que jamais conseguiremos atingir.
E sem atingir a perfeição que buscamos, vamos acumulando manias e neuroses.
A culpa é uma arma de boicote ao nosso eu - total, uma ferramenta de autodestruição.
Quanto mais alimentarmos expectativas e ilusões, maior será nossa culpa.
Mas se tudo acontecesse conforme julgamos, como entraria o novo na nossa vida?
Quanto maior a discrepância entre o ideal e o real, maior será nossa frustração e nossa culpa.
Vamos portanto desenvolver a humildade.
Vamos aceitar nossos erros!
Vamos meditar, vamos nos desprender do julgamento e do passado.
Vamos ser naturais, viver o aqui-agora, ser conscientes, respirar!
Amados! Para nos libertarmos da culpa precisamos desenvolver o perdão.
Quando perdoamos o outro, estamos mostrando que também nos perdoamos.
Eu me perdôo. Eu te perdôo. Você me perdoa?
Dá-me a sua mão.
Vamos recomeçar.
A CULPA, texto de Ana Veet Maya





Ana Veet Maya, terapeuta e massoterapeuta. Agende seu atendimento. cursos@cameracao.com

SOU ESCORPIÃ0 , poesia de ANA VEET MAYA

Olá amigos!
Tenho acompanhado a propagação da minha poesia SOU ESCORPIÃO nas redes como sendo de Autor desconhecido. 
Sempre que trombarem com o fato, por favor, corrijam e remetam o crédito a mim.
Agradeço muito!
Abraços a todos!
Desenhos de Anaveetmaya das desenhistas 
AGOLA, SARA e TALITA

Eu me rasgo
E me queimo
E me curo com tesão
Sou chorona
Sou guerreira
Eu sou um escorpião!

Eu me mato
E renasço
E das cinzas faço pão.
Bebo o sangue
Da minh’alma
Eu sou um escorpião.




Faço a guerra
Trago a paz
Enfeitiço com porrada
Falo sim e muito não
Sou sutil fiel amada
Eu sou um escorpião

Se da festa
Tu sentires
Meu perfume de paixão
Sejas sábio
Tens cautela...
Eu sou um escorpião!

Mas se forte aceitares
E seguires sem cansaço
Os prazeres mais sublimes
Sentirás no meu abraço.
E tua calma será santa
E teu corpo será são
E tua vida será tanta...
Com o teu escorpião...

17 April 2011

GRUPO SENSUS na Virada Cultural

por Ana Veet Maya
Foto Thereza Piffer : http://gruposensus.blogspot.com
Três horas e meia atuando. KINEMA, movimento incessante e interativo entre uma platéia sedenta e um elenco humilde, amoroso e competente: Grupo Sensus na Virada Cultural, Casa das Rosas, ontem, dia 16 de abril.

Uma fila tão grande de expectadores, nós, o céu como teto, a natureza e as rosas como cúmplices.

Um a um, todos puderam vivenciar esses minutos de êxtase, uma viagem ao imaginário, um despertar de sensações adormecidas.

Viagens únicas, sensações únicas e muita entrega.

Hoje meu joelho está inchado, minha perna dói como se tivesse feito muitas horas de academia, mas minha alma está leve.

As pessoas que participam da performance do Grupo Sensus, têm uma oportunidade única de desbloqueio, esse mesmo desbloqueio que trabalho ao lado de Marco Antonio, nos cursos Pra Você Falar Bem.

Sentir a expressão de alegria na face do outro, a pele totalmente arrepiada, lágrimas de êxtase, sentir o corpo bambo do expectador que se entrega totalmente e confia! Fazer teatro ao lado do Grupo Sensus é um aprender constante, disciplina, trabalho em grupo, alegria em compartilhar, criatividade e ousadia sempre!

Agradeço a todos os amigos e especialmente a Thereza Piffer, por esta chance de evolução.

Nossa temporada na CASA DAS ROSAS começará dia 6 de maio e seguirá até junho, todas as sextas-feiras, das 19h às 22h.

KINEMA:
http://www.youtube.com/watch?v=0cGxWOJQiks

Conheçam o GRUPO SENSUS :
http://youtu.be/_QCmIf2gIqI

Sigam o blog do Grupo Sensus:
http://gruposensus.blogspot.com/

15 April 2011

GRUPO SENSUS

por Ana Veet Maya
- Ana, preste atenção, temos que estar totalmente imersos no outro, abrindo espaços para que ele mergulhe no seu imaginário e viaje, não a nossa viagem, mas a viagem dele!
Esta é Thereza Piffer, minha diretora!
E começo esta nova aventura, junto com o Grupo Sensus, motivando todos a soltarem as amarras do pensamento e voar ainda mais alto! Liberdade!
KINEMA significa movimento no grego.
Durante quarenta minutos aproximadamente, você estará entregue nos braços de atores e atrizes amorosos, que darão o seu melhor para que sua viagem seja rica e plena de sensações. Todas as sensações que deixamos adormecer. Afinal, vivemos num mundo de aparências... Quem é você?
Somos movimento incessante, do nascimento até nossa morte.
Durante a performance sensorial do GRUPO SENSUS, você será vendado e por alguns minutos, será convidado a apenas confiar e vir.
KINEMA: respire, confie, pegue na minha mão e venha “sentir”, amanhã, dia 16 de abril, 19h, Virada Cultural, CASA DAS ROSAS,

11 April 2011

AMOR AMOR

por Ana Veet Maya

Não te peço flores
Não te peço carinho
Não te peço amizade
Tampouco companhia
Não te peço sorrisos
Abraço ou aperto de mão
Nada te peço querido
Porque o amor assim é
Pleno, forte e inteiro
Não o arrasta a maré!
Ele enche de ar nosso peito
Faz toda hora especial
Amor é o nosso direito
Sempre um começo
Nunca um final!
Não precisa ser parceiro
Para ser feliz e total.
Amor é sempre perfeito
Sempre um bem,
Nunca um mal.

6 April 2011

AMIGOS DISTANTES

por Ana Veet Maya
imagem: http://noticias.terra.com.br/interna/0,,OI3713570-EI188,00.html

Hoje ao abrir os olhos, olhei a minha volta e rezei agradecendo pela vida.
Essa vida surpreendente que nos traz alegrias sem fim.
Esse Planeta cheio de luz e glória, com belezas intermináveis.
Apesar de toda guerra e todo lamento, o céu ainda nos protege.
E o cheiro da terra alimenta a nossa inspiração, apazigua a nossa alma.

Você, meu amigo distante, onde estiver, possa receber esta vibração de amor e paz.
Porque estamos todos inexoravelmente ligados. Somos todos um.
E a felicidade existe sim.
Enquanto formos simples e amarmos o que temos, se aceitarmos com tolerância e coragem as ladeiras da vida, poderemos repousar nas planícies e encher nossos olhos de verde!
Coragem! Fé! Amor!
Em Nápolis, Egito, Holanda, Slovenia, Inglaterra, Suíça, França, México, Espanha, Chile, Paraná, Indaiatuba, Sorocaba, São José dos Campos, Curitiba, Vila Madalena, Butantã, Itaquera, Guaianases, Jardins, nesta ou em outra dimensão, bom dia meus amores!

3 April 2011

FALAR BEM? EU QUERO TAMBÉM!

FALAR BEM? EU QUERO TAMBÉM! texto de Ana Veet Maya
dedicado a Rolando Gaal Vadas

Quer falar bem?
Fale sempre com a alma!

Coloque "entusiasmo" naquilo que fala.

Por isso é primordial falarmos sobre aquilo que sabemos bem e sobre o que acreditamos!
A vida é ritmo.
E como tudo na vida, nossa fala precisa ter ritmo também.

É a respiração que vai nos ajudar a colocar ritmo na fala.

Como praticar?

Escolha textos de diferentes tamanhos, diferentes autores e leia em voz alta.


Fale com emoção. Interprete o que lê! Fale com sentimento!

Uma vírgula, uma parada curta, uma pequena respiração. Ponto final é o final da respiração.
Para começar um novo parágrafo, encha o peito de ar!
Respiração profunda para não perder o gás, pra não engasgar!

Pratique antes de enfrentar seu público!

E quando chegar o dia da apresentação, encare sem medo sua platéia! Olhe nos olhos!
Contemple todas as direções!

Não precisa disparar a falar tão rápido como se fosse um locutor num jogo de futebol!
Igualmente não fale como se tivesse uma batata quente na boca!
Também não vá falar com a boca fechada, né, "graXInhaaa"?
Não precisa também ser tão lento e ficar monótono, provocando sono nos ouvintes.

Encontre um ritmo que seduza sua platéia!

Quem tem a palavra, tem o poder! Aprenda a lidar com o poder!
Conheça o seu público para usar as palavras que eles irão compreender com certeza.

E não sinta medo de parar de falar por uns segundos.

Inspire. Expire.

Olhe sua platéia.

Saboreie as reações.

Saboreie o silêncio também.

O palestrante precisa saber usar o som e igualmente o silêncio a seu favor.




Uma pausa curta após uma frase, dará maior ênfase, marcará o que você falou e manterá a expectativa da sua platéia para a próxima fala.

Lembre-se que falar bem depende de treino, muita prática.

Jogue-se nas oportunidades!



Grave sua voz. Escute. Grave novamente. Escute.
Fale consigo mesmo, olhando sua imagem no espelho.
TREINE! TREINE! TREINE!
Boa sorte na próxima palestra!
FALAR BEM? EU QUERO TAMBÉM! texto de Ana Veet Maya




Ana Veet Maya, terapeuta, massoterapeuta. Agenda seu atendimento: anaveetmaya@cameracao.com
Curso PRA VOCÊ FALAR BEM
com Ana Veet Maya e Titio Marco Antonio da KISS-FM
inscrições: cursos@cameracao.com