26 August 2008

CALMARIA

por Ana Veet Maya
Os pelos
as pestes
as setas
cravadas


Viagens
apelos
mentiras
faladas


Os gritos
gemidos
sentidos
de dor


Desejos
anseios
lembranças
sem cor


As festas
vitórias
passado
e os fins


Sem marcas
sem farpas
sem dores
em mim


Vazio
o meu peito
vazia
a minh’alma


Os ventos
sopraram
Bem-vinda
A calma!

No comments:

Post a Comment